Publicado em 18/05/2010 por Administrator

Sobre a Fiocruz PE

Banner centenario site

Fachada horizontal web

O Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães (CPqAM) foi fundado em 1950, por iniciativa de pesquisadores em Recife que sonhavam com uma instituição para desenvolver estudos sobre as doenças endêmicas que atingiam grande parte da população nordestina. No início como unidade do Instituto de Endemias Rurais (INERu), vinculado ao DENERu (Departamento de Endemias Rurais), Ministério da Saúde. Na década de 1970, por ações do Governo Federal, foi integrado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Sua sede inicial era no bairro do Espinheiro, mas desde 1986 funciona no campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

A Fiocruz Pernambuco, como hoje é conhecida, possui em seu quadro de pesquisadores, mestres e doutores atuando em diversos projetos e linhas de pesquisa nas grandes áreas de Ciências Biológicas e Saúde Coletiva, vinculados a seis departamentos finalísticos - Entomologia, Imunologia, Microbiologia, Parasitologia, Saúde Coletiva e Virologia e Terapia Experimental - mais o departamento de Administração.

Sua missão institucional é “contribuir para a geração de conhecimentos e inovação tecnológica para a melhoria das condições sanitárias da população, particularmente na região nordeste brasileira, mediante geração de evidências científicas e tecnológicas indutoras de políticas de saúde e de ciência e tecnologia em saúde e de ações integradas de pesquisa, ensino, serviços e cooperação técnica”.

O CPqAM desenvolve um trabalho sistemático de pesquisa e de ensino visando à prevenção e ao controle de doenças endêmicas agudas e crônico-degenerativas no Nordeste. A instituição vem ampliando suas atividades no campo do desenvolvimento de imunobiológicos, métodos de diagnóstico e no desenvolvimento tecnológico, com o intuito de contribuir com a melhoria das condições de saúde dos brasileiros.

Para realizar seus trabalhos, os profissionais contam ainda com um Laboratório de Nível de Biossegurança 3 (NB 3), usado para trabalhos em peste e tuberculose, e com um biotério com setores de criação, experimentação e para animais silvestres, insetários e um Núcleo de Plataformas Tecnológicas (NPT), composto por equipamentos de última geração, que vem dotando a instituição de capacidade de realizar pesquisa translacional, associando a pesquisa fundamental à pesquisa clínica, visando intensificar a transferência dos conhecimentos produzidos em laboratório para os serviços de saúde e, destes, para a população. As pesquisas desenvolvidas na Fiocruz Pernambuco são submetidas aos Comitês de Ética em Pesquisa (CEP) e de Ética em Pesquisa com Uso de Animais (CEUA) da instituição.

Na área de formação de recursos humanos, o centro mantém dois programas de pós-graduação: em Saúde Pública e em Biociências e Biotecnologia, que oferecem cursos de doutorado e mestrado acadêmico. A instituição oferta também a Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva e cursos não regulares de mestrado profissional e de especialização em áreas como gestão e política de recursos humanos, vigilância ambiental, informação em saúde, entre outros temas ligados à saúde pública.

A instituição possui uma biblioteca especializada em Ciências Biomédicas, Saúde Pública e ciências afins, cujo acervo é composto por mais de 7,2 mil publicações, entre livros, trabalhos acadêmicos e revistas especializadas, além de mais de 700 vídeos em saúde.

O CPqAM está situado no campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no bairro da Cidade Universitária, na Zona Oeste do Recife (PE). O prédio da Fiocruz Pernambuco comporta, ainda, o Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (Lika), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

 

 

bahis

hint filmi izlehep yek 2 izletüvtürk randevu