Ensino

Ensino

Últimos Editais:
  • Errata Agenda entrevistas - Mestrado profissional - Turma Manaus

    Acesse o Edital
  • Agenda entrevistas - Mestrado profissional - Turma Manaus

    Acesse o Edital
  • Resultado - Etapa 1 A prova de conhecimento específico - Turma manaus 2019/2021

    Acesse o Edital
Acesso os Programas

Utilize os botões da lista acima para encontrar o curso desejado.



Conheça a pós-graduação do Instituto Aggeu Magalhães (Fiocruz Pernambuco) 

  • Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública - Acadêmico

    O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública/PPGSP do Instituto Aggeu Magalhães (IAM), unidade da Fiocruz em Pernambuco, foi criado em 1996, ofertando o curso de Mestrado Acadêmico em Saúde Pública, contribuindo para a formação de profissionais dos serviços de saúde, bem como formando pesquisadores e professores para atender a demanda regional. No ano de 2003, com a sua consolidação, foi implantado o Doutorado em Saúde Pública. Em 2005, atendendo a constantes solicitações, as atividades de ensino foram ampliadas, com a implantação do Curso de Mestrado em Saúde Pública, modalidade Profissional, tendo como área de concentração a Gestão em Saúde, com três áreas temáticas: Gestão e Avaliação de Serviços de Saúde; Gestão de Sistemas de Vigilância em Saúde; e Gestão em Instituições de Ciência e Tecnologia (C&T) em Saúde. Durante todos esses anos de existência, esforços têm sido feitos no sentido de aperfeiçoar a proposta pedagógica do programa, em consonância com as necessidades da nossa região. Desde sua criação, busca-se congregar a expertise do corpo docente e a produção científica do IAM, que em grande parte está voltada para a vigilância, monitoramento e controle de endemias/epidemias regionais ou nacionais, para algumas enfermidades negligenciadas, bem como para as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), que em seu conjunto espelham o mosaico epidemiológico brasileiro.

    Acesse  

  • Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública - Profissional

    O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública – Modalidade Profissional (PPGSPMP) tem por objetivo geral preparar profissionais para atuarem como formadores e indutores de processos de mudanc¸a em seus espac¸os de trabalho, mediante a incorporação de novos conceitos, tecnologias, inovações e práticas aplicáveis ao desenvolvimento do Sistema U´nico de Sau´de (SUS).

    O PPGSP-MP tem como objetivos específicos:

    I. Fornecer ferramentas necessárias ao desenvolvimento das atividades de gestão no âmbito dos serviços;

    II. Desenvolver a habilidade no pós-graduando de atuar como multiplicador de conhecimento adquirido, fortalecendo a estratégia estudante-equipe;

    III. Formar profissionais comprometidos com processos dinâmicos de transformação e inovação gerencial;

    IV. Possibilitar o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades para o planejamento, a gestão e a avaliação de planos e processos de trabalho em saúde;

    V. Desenvolver a compreensão para a utilização de indicadores de saúde no monitoramento de ações e acompanhamento das condições de saúde das populações;

    VI. Contribuir para o desenvolvimento de modernos processos de gestão no âmbito das Instituições Públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde;

    VII. Desenvolver habilidades no pós-graduando para a identificação de problemas complexos, a condução de pesquisas aplicadas e produção de novos conhecimentos com vistas a intervenção na realidade do SUS;

    VIII. Contribuir para o desenvolvimento de políticas de educação permanente, mediante experiências inovadoras no campo da formação de gestores, como aluno-equipe, referendadas na regionalização.

    Acesse 

  • Programa de Pós-Graduação Biociências e Biotecnologia em Saúde

    O Programa de Pós-Graduação em Biociências e Biotecnologia em Saúde (PPGBBS) do IAM/FIOCRUZ foi criado no ano de 2012, aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior/CAPES e homologado pelo Conselho Nacional de Educação/CNE (Portaria MEC nº 1331, de 08/11/2012, publicada no DOU em 09/11/2012) com conceito 4. Até o momento, o programa tem 45 alunos matriculados, sendo 26 alunos do curso de mestrado acadêmico e 19 alunos do curso de doutorado, considerando as turmas de 2012 e 2013.

    A criação desse Programa buscou congregar a expertise do corpo docente e a produção científica do IAM, que em grande parte está voltada para o controle de endemias/epidemias regionais ou nacionais, para algumas enfermidades negligenciadas, bem como para as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), que em seu conjunto englobam as áreas de Microbiologia, Imunologia, Parasitologia, Virologia e Biologia Molecular. Dessa forma, foi extremamente benéfica a aplicação de boa parte da produção do IAM na construção de um Programa de Pós-Graduação em Biociências e Biotecnologia em Saúde, pois o enfoque do programa é a produção de conhecimento e o desenvolvimento de novos insumos, imunobiológicos, como kits diagnósticos, vacinas e novas terapias e metodologias de controle de vetores, aliando estudos de pesquisa básica com ferramentas biotecnológicas. A formação acadêmica nesta área e a possibilidade de obtenção destes produtos poderão estimular, por exemplo, a cadeia produtiva local e nacional, contribuindo para o desenvolvimento da região nordeste. O Programa conta, atualmente, com 22 (vinte e dois) docentes permanentes, todos do quadro de servidores da instituição e com 01 (um) docente colaborador.

    Acesse 

  • Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva

    O Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva é regulamentado pela Lei Federal nº 11.129, de 30 de junho de 2005, que institui a Residência em Área Profissional da Saúde, definida, no seu artigo 13 “como modalidade de ensino de pós-graduação lato sensu, voltada para a educação em serviço e destinada às categorias profissionais que integram a área de saúde, excetuada a médica”.

    O Instituto Aggeu Magalhães oferece o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), com oferta de vagas anual.

    O Programa propõe-se a formar o sanitarista comprometido com os princípios da Reforma Sanitária Brasileira, através de um processo pedagógico referenciado na reflexão crítica sobre a prática da saúde coletiva nos serviços públicos de saúde, aliando competência técnica aos princípios éticos na práxis profissional. É pautada no treinamento em serviço, sob supervisão, formando especialistas em saúde coletiva, capacitando-os para atuar nas diversas áreas do SUS. O referido Programa propõe o modelo de currículo que organiza atividades e experiências planejadas e orientadas que possibilite aos alunos a construção da trajetória de sua profissionalização, permitindo que os mesmos possam construir seu percurso de profissionalização com uma sólida formação geral, além de estimular práticas de estudos independentes com vistas à progressiva autonomia intelectual e profissional.

    Duração do Curso: carga horária presencial de 60 (sessenta) horas semanais, duração de 2 (dois) anos e em regime de dedicação exclusiva;

    Bolsa de estudo: concessão da bolsa de estudo para os Programas de Residência obedecerá ao valor equivalente às bolsas do Ministério da Educação aos programas de Residências; Informações do último edital: Aos residentes será paga uma bolsa mensal no valor de R$ 3.330,43 (três mil trezentos e trinta reais e quarenta e três centavos) em acordo com a legislação vigente, e em acordo com a linha de financiamento do programa, podendo ser bolsa paga pela Secretaria Estadual de Saúde ou Ministério da Educação ou Ministério da Saúde.

    Carga horária do Curso: 5.760h