COVID-19 | IAM - Fiocruz Pernambuco

Projetos em desenvolvimento

Protocolo para Avaliação dos riscos dos profissionais de saúde relacionados aos cuidados de suspeitos e doentes com COVID-19

O Protocolo para Avaliação dos riscos dos profissionais de saúde relacionados aos cuidados de suspeitos e doentes com COVID-19 foi elaborado adaptando o Guia da OMS (19/03/2020). O risco de exposição ao COVID-19 em profissionais de saúde e os desfechos serão monitorados por aplicativo para celular. Sua participação como profissional de saúde será fundamental para que se possa monitorar, em tempo real, o risco de exposição ao COVID-19 dos profissionais de saúde – médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem e fisioterapeutas –, em diferentes cenários de atendimento (emergência, enfermarias, UTIs e ambulatórios). A equipe responsável composta por pesquisadores da UFPE, UPE, IAM-PE, IATS, FITec e MERG. Apoio das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, e das entidades representativas dos profissionais de saúde.

Conheça o Projeto >>


AVALIAÇÃO DA IMPLEMENTAÇÃO DA RESPOSTA A COVID-19 EM SISTEMAS NACIONAIS E SUBNACIONAIS: Consórcio Brasil, França, Mali e Canadá

Respostas coordenadas e colaborativas baseadas em evidências são críticas para o sucesso do controle de uma emergência de saúde pública e para manter o funcionamento do sistema de saúde. As muitas incógnitas de COVID-19 fizeram os esforços de resposta difícil, apesar da orientação rápida e ampla fornecida pela OMS. Como se afirmou no Fórum Global de Pesquisa para COVID-19, há uma necessidade urgente de compreender como os profissionais de saúde estão se adaptando as medidas de resposta e de compreender a resiliência dos sistemas de saúde, no contexto do planejamento e implementação da resposta à pandemia. Estudar e compreender a implementação destas respostas em diversos países é essencial. O objetivo deste projeto é comparar a resposta de saúde pública para COVID-19 no Brasil, Canadá, França e Mali. Usando uma abordagem de estudo de caso, vamos identificar os pontos fortes e fracos na resposta, incluindo desafios para profissionais de saúde e sistemas de saúde. As fontes de dados para este estudo incluem entrevistas de interessados ??e pesquisa documental. 

Saiba Mais >