Departamentos

Departamento de Entomologia / IAM

O departamento teve origem a partir de um grupo de pesquisa em controle do mosquito Culex quinquefasciatus, criado no âmbito de um projeto de fortalecimento institucional do IAM de “Controle da Filariose em Recife”. Este teve início em 1989 sendo coordenado pelo então diretor do IAM, Dr. André Furtado com o apoio da Organização Mundial de Saúde. A equipe de Entomologia, que naquele momento, estava inserida no Departamento de Parasitologia do IAM, conduziu estudos empregando métodos integrados incluindo o uso pioneiro de biolarvicidas para o controle do mosquito Culex quinquefasciatus, vetor da Wuchereria bancrofti em dois bairros do Recife, estes projetos foram coordenados pelos entomologistas, Dra. Lêda Regis e Dr. André Furtado. Os avanços e o desenvolvimento científico do grupo levaram à criação do departamento de Entomologia em 1994, as atividades se ampliaram sobretudo em relação aos estudos de vetores do gênero Aedes que assumiram uma importância estratégica considerando o cenário de epidemias de arboviroses que assolam o país desde 1986.

Desse modo este departamento nasceu com o objetivo de desenvolver atividades de pesquisa, formação de recursos humanos, serviço de referência e extensão em culicídeos de importância na saúde pública. As principais linhas de pesquisa desenvolvidas em relação aos culicídeos são: ecobiologia e comportamento, vigilância e monitoramento, avaliação e desenvolvimento de métodos de controle, genética de populações, modo de ação de agentes inseticidas, diagnóstico de resistência a inseticidas, avaliação de competência vetorial e diagnóstico de infecção vetorial.

Cumprindo com o seu papel de disseminar conhecimento, o departamento participa, desde 2007, da organização das atividades promovidas pela Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), oferecidas nas escolas e nos polos de exposição, instalados em cidades do interior pernambucano, para estudantes e público em geral.

O departamento elaborou um curso na modalidade de Ensino à Distância (EaD) sobre a importância da vigilância e do controle de mosquitos para prevenir doenças causadas ao homem, que dependem dos mosquitos para a transmissão de agentes etiológicos. O curso se destina ao público em geral e especialmente os profissionais do serviço de saúde. O Serviço de Referência em Controle de Culicídeos Vetores do departamento oferece atividades para público externo tais cursos e reciclagem de informações para profissionais dos serviços de saúde.

<< Voltar para home do departamento