Institucional

Sobre a Fiocruz

1950 O Início

Resultado de imagem para aggeu magalhães foto

 Em 1950 pesquisadores do Recife sonhavam com uma instituição para desenvolver estudos sobre as doenças endêmicas que atingiam grande parte da população nordestina, movidos por esse sonho deram início a Unidade do Instituto de Endemias Rurais (INERu), vinculado ao Departamento de Endemias Rurais (DENERu) do Ministério de Saúde. 

 

1950 O Início

Resultado de imagem para aggeu magalhães foto

 Em 1950 pesquisadores do Recife sonhavam com uma instituição para desenvolver estudos sobre as doenças endêmicas que atingiam grande parte da população nordestina, movidos por esse sonho deram início a Unidade do Instituto de Endemias Rurais (INERu), vinculado ao Departamento de Endemias Rurais (DENERu) do Ministério de Saúde. 

 

1970 Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

Imagem relacionada


Com as pesquisas do INERu em alta através de ações do Governo Federal o Instituto Aggeu Magalhães (IAM) foi integrado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e instalado no bairro do espinheiro. 

 

1986 Mudança para o Campus UFPE

Imagem relacionada Em busca por um local propício para produção científica e desenvolvimento de seus estudos, o IAM foi alocado no Campus Recife da Universidade Federal de Pernambuco, onde até os dias de hoje é localizado.

1986 Mudança para o Campus UFPE

Imagem relacionada Em busca por um local propício para produção científica e desenvolvimento de seus estudos, o IAM foi alocado no Campus Recife da Universidade Federal de Pernambuco, onde até os dias de hoje é localizado.

1987 Lançamento do Serviço de Referência Nacional em Filariose (SRNF)

O Serviço de Referência Nacional em Filariose (SRNF) do IAM funciona como referência para essa endemia em nível nacional e internacional, realizando treinamentos anuais de médicos, técnicos dos níveis médio e superior desde 1987. O SRNF tem como objetivo principal o atendimento clínico, urológico, ultrassonográfico e laboratorial de pacientes oriundos dos diversos serviços de saúde de todos os estados do Brasil para investigação da filariose.

1996 Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu

Visando a formação de profissionais para o mercado de sanitaristas com o objetivo de integrar diversas linhas de pesquisa, criando, assim, um ambiente acadêmico no qual avançam os projetos integrados e a produção interdisciplinar em 1996 o IAM funda o Programa de Pós-graduação Stricto Sensu. O programa é um espaço em que a pesquisa biomédica se articula com a de saúde coletiva. As disciplinas buscam a integração com novas perspectivas, entre elas: Epidemiologia com a Biologia Molecular; Epidemiologia aos Riscos Ambientais; Epidemiologia com as Políticas, Planejamento e Gestão de Serviços de Saúde. Os métodos diagnósticos e o controle de Alunos da Pós-Graduação conseguem se integrar ao mercado de trabalho para sanitaristas endemias ganham, assim, o reforço dessa articulação, cumprindo melhor a missão institucional de centro de pesquisa e de ensino superior para o Ministério da Saúde.

1996 Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu

Visando a formação de profissionais para o mercado de sanitaristas com o objetivo de integrar diversas linhas de pesquisa, criando, assim, um ambiente acadêmico no qual avançam os projetos integrados e a produção interdisciplinar em 1996 o IAM funda o Programa de Pós-graduação Stricto Sensu. O programa é um espaço em que a pesquisa biomédica se articula com a de saúde coletiva. As disciplinas buscam a integração com novas perspectivas, entre elas: Epidemiologia com a Biologia Molecular; Epidemiologia aos Riscos Ambientais; Epidemiologia com as Políticas, Planejamento e Gestão de Serviços de Saúde. Os métodos diagnósticos e o controle de Alunos da Pós-Graduação conseguem se integrar ao mercado de trabalho para sanitaristas endemias ganham, assim, o reforço dessa articulação, cumprindo melhor a missão institucional de centro de pesquisa e de ensino superior para o Ministério da Saúde.

1999 Doutorado Interinstitucional em Saúde Pública

Realizado pela Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz), que integrou o IAM como instituição receptora. Esse doutorado contou também com a participação do Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Imip) e da Faculdade de Medicina da Universidade de Pernambuco (FCMUPE). A primeira turma contará com 16 teses desenvolvidas. 

2000 Aprovação do Doutorado em Saúde Pública do IAM pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)

Nos anos 2000 o IAM segue a frente aprovando com conceito 4 na Capes, sem restrições, o Doutorado em Saúde Pública, teve sua primeira turma selecionada em dezembro de 2002 com 11 aprovados.

2000 Aprovação do Doutorado em Saúde Pública do IAM pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)

Nos anos 2000 o IAM segue a frente aprovando com conceito 4 na Capes, sem restrições, o Doutorado em Saúde Pública, teve sua primeira turma selecionada em dezembro de 2002 com 11 aprovados.

2000 SRP passa a integrar a Rede Nacional de Laboratórios de Vigilância Epidemiológica

Em 2002, o Serviço de Referência em Peste (SRP)do IAM passou a integrar a Rede Nacional de Laboratórios de Vigilância Epidemiológica. O SRP tem como objetivos principais assessorar os programas de controle da peste municipais, estaduais e federal; produzir insumos para diagnóstico da peste nos laboratórios da rede; fazer controle de qualidade dos exames realizados nesses laboratórios; realizar a tipagem de cepas brasileiras de Yersinia pestis para obter dados sobre suas características específicas; identificar variações genômicas naturais e proteínas específicas, para desenvolvimento de nova geração de técnicas de diagnóstico da peste em material de origem humana, em pulgas e em hospedeiros vertebrados, e avaliar matrizes alternativas para construção de kit para o diagnóstico sorológico da peste.

2001 IAM Ganha Biotério e Insetário

O Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães vem passando, nos últimos anos, por uma significativa ampliação em sua infraestrutura, passando de 10.940,78 m² em 2001 para 13.323,29 m², um crescimento de 21,78% em sua área construída. Destaque para a conclusão das obras: reforma e ampliação do refeitório e do quiosque; reformas das salas do ambulatório IAM e do Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (Lika), da Secretaria Acadêmica, da Coordenação de Pós-Graduação e da quadra poliesportiva; ampliação do estacionamento em mais 20 vagas e adequação do poço do elevador do Pavilhão Josué de Castro. Além disso, a Direção ganhou novas salas e as antigas foram reformadas para receber a Assessoria do ministro da Saúde e a Assessoria de Comunicação Social do IAM. Deu-se continuidade ao processo de obras de ampliação do centro, iniciado ainda no ano de 2001. Foi amplamente desenvolvida a construção do prédio anexo da administração, do biotério, da lavagem, do insetário, do depósito de inflamáveis e da casa de máquinas. A previsão é que essas obras estejam concluídas em meados de 2003.

2001 IAM Ganha Biotério e Insetário

O Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães vem passando, nos últimos anos, por uma significativa ampliação em sua infraestrutura, passando de 10.940,78 m² em 2001 para 13.323,29 m², um crescimento de 21,78% em sua área construída. Destaque para a conclusão das obras: reforma e ampliação do refeitório e do quiosque; reformas das salas do ambulatório IAM e do Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (Lika), da Secretaria Acadêmica, da Coordenação de Pós-Graduação e da quadra poliesportiva; ampliação do estacionamento em mais 20 vagas e adequação do poço do elevador do Pavilhão Josué de Castro. Além disso, a Direção ganhou novas salas e as antigas foram reformadas para receber a Assessoria do ministro da Saúde e a Assessoria de Comunicação Social do IAM. Deu-se continuidade ao processo de obras de ampliação do centro, iniciado ainda no ano de 2001. Foi amplamente desenvolvida a construção do prédio anexo da administração, do biotério, da lavagem, do insetário, do depósito de inflamáveis e da casa de máquinas. A previsão é que essas obras estejam concluídas em meados de 2003.

2001 capacitação dos agentes de Saúde da Prefeitura do Recife

Em convênio firmado com a Prefeitura do Recife, o Instituto Aggeu Magalhães ofertará um curso de saúde ambiental para 760 agentes de saúde ambiental da cidade do Recife. O curso será ministrado no Núcleo de Estudo de Saúde, atual NESC, e trabalhará assuntos referentes a qualidade da água, os problemas com o mosquito transmissor da dengue, entulhos, lixo e combate aos escorpiões, ratos e muriçocas, procurando minimizar, e se possível eliminar, doenças como a filariose, cólera e leptospirose.

2002 Aprovação de projetos

Os anos 2000 foram de quebra de barreiras, o IAM desenvolveu um plano estratégico de gestão e com as metas definidas, em 2002 o Instituto Aggeu Magalhães conseguiu aprovar projetos no Programa de Desenvolvimento Tecnológico em Insumos para a Saúde (PDTIS) e Programa de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde Pública (PDTSP)

2002 Aprovação de projetos

Os anos 2000 foram de quebra de barreiras, o IAM desenvolveu um plano estratégico de gestão e com as metas definidas, em 2002 o Instituto Aggeu Magalhães conseguiu aprovar projetos no Programa de Desenvolvimento Tecnológico em Insumos para a Saúde (PDTIS) e Programa de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde Pública (PDTSP)

2002 Financiamento da FINEP/MCT

Se colocando a frente em pesquisas e fincando seu interesse no desenvolvimento de estudos inovadores, em 2002 o IAM conseguiu junto a Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério de Ciência e Tecnologia (FINEP/MCT), Insumos para criação da rede epidemiológica molecular, bioinformática e identificação de antígenos relevantes para a saúde humana.

2002 Atendimento clínico e urológico ultrassonográfico a centenas de pacientes

Em 2002 através do seu Serviço de Referência Nacional em Filariose (SRNF) o IAM prestou atendimento clínico e urológico ultrassonográfico a centenas de pacientes, mantendo assim às portas abertas para a sociedade. 

2002 Atendimento clínico e urológico ultrassonográfico a centenas de pacientes

Em 2002 através do seu Serviço de Referência Nacional em Filariose (SRNF) o IAM prestou atendimento clínico e urológico ultrassonográfico a centenas de pacientes, mantendo assim às portas abertas para a sociedade. 

2002 Apoio aos serviços de saúde na capacitação de recursos humanos

O Serviço de Referência Nacional em Esquistossomose forneceu apoio aos serviços de saúde na capacitação de recursos humanos em métodos de diagnóstico e operacionalização de medidas de controle da doença.

2002 Ampliação da equipe

Com uma alta demanda de trabalhos e com números de projetos em desenvolvimento cada vez mais crescente, em 2002 o IAM lança o seu primeiro Concurso público para reforçar o quadro de funcionários da instituição, para as áreas estratégicas do centro, como as de planejamento e de recursos humanos.

2002 Ampliação da equipe

Com uma alta demanda de trabalhos e com números de projetos em desenvolvimento cada vez mais crescente, em 2002 o IAM lança o seu primeiro Concurso público para reforçar o quadro de funcionários da instituição, para as áreas estratégicas do centro, como as de planejamento e de recursos humanos.

2002 Reforço de Infraestrutura

Ainda em 2002, com o objetivo de dar continuidade e melhores qualidades aos trabalhos executados junto à comunidade, o IAM empenhou-se em reforçar a infraestrutura do centro, ampliando a área construída e definindo as atividades de planejamento do laboratório de Nível de Biossegurança 3 (NB3) com a comissão da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

2002 Proposta de criação do Laboratório de Ensino e Pesquisa de Interdisciplinaridade

A preocupação com a interdisciplinaridade tem levado o Departamento de Saúde Coletiva do IAM (Nesc/IAM) a propor a criação de um Laboratório de Ensino e Pesquisa de Interdisciplinaridade. Com esse laboratório, o Nesc/ IAM pretende no ano de 2003 compartilhar uma experiência pedagógica com diversos programas de pós-graduação no Nordeste visando formatar uma proposta para a Capes de uma disciplina comum que trate desse tema na ciência contemporânea.

2002 Proposta de criação do Laboratório de Ensino e Pesquisa de Interdisciplinaridade

A preocupação com a interdisciplinaridade tem levado o Departamento de Saúde Coletiva do IAM (Nesc/IAM) a propor a criação de um Laboratório de Ensino e Pesquisa de Interdisciplinaridade. Com esse laboratório, o Nesc/ IAM pretende no ano de 2003 compartilhar uma experiência pedagógica com diversos programas de pós-graduação no Nordeste visando formatar uma proposta para a Capes de uma disciplina comum que trate desse tema na ciência contemporânea.

2002 Lia Giraldo da Silva Augusto representa a Fiocruz/pe na Universidade Européia

Em setembro de 2002, achefedoNesc/IAM, dra. Lia Giraldo da Silva Augusto, com o apoio da Embaixada da França, participou na Universidade Européia, em Nante,do Seminário “Religando o Conhecimento”, coordenado por Edgar Morin, no qual ela procurou articulações para apoiar essa ideia pioneira, tendo sido muito bem recebida. Além de promover formação de recursos humanos e interdisciplinaridade, a pós-graduação stricto sensu tem projetado o IAM no cenário nacional. A participação ativa no Fórum de Coordenadores de Pós-Graduação da Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (Abrasco) revela a postura sempre propositiva do centro de pesquisas. Como consequência, a produção científica do centro já é a terceira maior do País na área de ciências da saúde.

2002 Criação de Laboratório para tratar Métodos Quantitativos em Saúde

O ensino do IAM em 2002 foi contemplado ainda com a criação do novo laboratório no Nesc para tratar de Métodos Quantitativos em Saúde, reforçando os estudos epidemiológicos que incluem a utilização do georreferenciamento. A partir desse laboratório, as disciplinas de bioestatística e de epidemiologia puderam ser reestruturadas em módulos mais avançados.

2002 Criação de Laboratório para tratar Métodos Quantitativos em Saúde

O ensino do IAM em 2002 foi contemplado ainda com a criação do novo laboratório no Nesc para tratar de Métodos Quantitativos em Saúde, reforçando os estudos epidemiológicos que incluem a utilização do georreferenciamento. A partir desse laboratório, as disciplinas de bioestatística e de epidemiologia puderam ser reestruturadas em módulos mais avançados.

2002 Especialização em Saúde chega a sua 19ª Turma

Em lato sensu, houve o prosseguimento dos cursos regulares de Especialização em Saúde Pública, atualmente com 17 alunos/ano, chegando à sua 19ª turma; e de Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva, que, com o apoio de bolsas fornecidas pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Pernambuco, produziu oito monografias em 2002. Os cursos têm mais de 130 candidatos inscritos para a prova seletiva. Esse é um exemplo de que há mercado de trabalho para sanitaristas no Nordeste. Nesse sentido, outro indicador é a avaliação dos egressos, que ocupam cargos de gestão nos diversos níveis do SUS, incluindo os de nível federal.

2002 Ofertado o curso de especialização em Gestão e Política de Recursos Humanos em Saúde

Com 35 vagas, o curso foi volta do para profissionais de recursos humanos atuantes nos serviços públicos de saúde. Nesse ano, também foram elaborados dois projetos para cursos de especialização na área de Informação em Saúde e de Gestão em Saúde Ambiental, ambos aprovados e com perspectiva de início para o ano de 2003.

2002 Ofertado o curso de especialização em Gestão e Política de Recursos Humanos em Saúde

Com 35 vagas, o curso foi volta do para profissionais de recursos humanos atuantes nos serviços públicos de saúde. Nesse ano, também foram elaborados dois projetos para cursos de especialização na área de Informação em Saúde e de Gestão em Saúde Ambiental, ambos aprovados e com perspectiva de início para o ano de 2003.

2002 NESC realiza capacitação de sete turmas de conselheiros estaduais e municipais de saúde

O Nesc realizou a capacitação de sete turmas de conselheiros estaduais e municipais de saúde, com um totalde164conselheirosinstruídose33municípiosenvolvidos. Também ministrou o Curso de Capacitação em Agentes de Saúde Ambiental (nível técnico) para 800 recém-contratados pela Secretaria de Saúde da Prefeitura do Recife. Trata-se de uma experiência inédita no País de promoção da saúde e de introdução das ações de prevenção de riscos ambientais para a saúde. Com essa iniciativa, foi necessário introduzir métodos pedagógicos novos, voltados para o ensino profissionalizante, que se organiza por meio de competências, habilidades e atitudes predefinidas, e fazer uso de um método de avaliação do ensino-aprendizado, denominado método soma.

2002 Bienal de Saúde e Ambiente

O Instituto Aggeu Magalhães, atua com elementos de formação continuada, uma vez que oferece oportunidades em diversos níveis. A Bienal de Saúde e Ambiente é um exemplo de atividade realizada em 2002 pela Fiocruz que integrou crianças dos ensinos fundamental e médio, no qual o IAM também participou ativamente com o apoio do Espaço Ciência do estado de Pernambuco.

2002 Bienal de Saúde e Ambiente

O Instituto Aggeu Magalhães, atua com elementos de formação continuada, uma vez que oferece oportunidades em diversos níveis. A Bienal de Saúde e Ambiente é um exemplo de atividade realizada em 2002 pela Fiocruz que integrou crianças dos ensinos fundamental e médio, no qual o IAM também participou ativamente com o apoio do Espaço Ciência do estado de Pernambuco.

2002 Dia Temático de Saúde e Ambiente

O Instituto Aggeu Magalhães também se preocupou em integrar as crianças ao mundo da ciência na realização do Dia Temático de Saúde e Ambiente, que ocorreu em 27 de setembro, em conjunto, mais uma vez, com o Espaço Ciência de Pernambuco. O evento foi promovido pela Fiocruz e pela Rede Globo de Televisão, no projeto Amigos da Escola, da Fundação Roberto Marinho, em seis museus de ciência no Brasil. O IAM ficou responsável pela tenda “Parasitoses”, integrante do Circuito Ciência e Lazer. No local, oito microscópios foram colocados à disposição dos estudantes (sobretudo do ensino fundamental) para que eles pudessem observar os parasitas. Os alunos também assistiram ao vídeo “O Bicho no Bucho” e brincaram com jogos educativos. A iniciativa contou com a participação da Assessoria de Comunicação Social, do Departamento de Parasitologia e do Departamento de Patologia do IAM.

2002 IAM Participa da VIII SEMANA DO BIÓLOGO

O IAM apresentou a exposição Os Sentidos da Vida, que serviu como tema central da VIII Semana do Biólogo, realizada de 31 de agosto a 6 de setembro, no Espaço Ciência. Pertencente ao Museu da Vida, da Fiocruz, no Rio de Janeiro, a exposição, que atraiu estudantes de todas as idades, é composta por dez painéis com desenhos, pequenas experiências e textos ilustrativos sobre os sentidos humanos.

2002 IAM Participa da VIII SEMANA DO BIÓLOGO

O IAM apresentou a exposição Os Sentidos da Vida, que serviu como tema central da VIII Semana do Biólogo, realizada de 31 de agosto a 6 de setembro, no Espaço Ciência. Pertencente ao Museu da Vida, da Fiocruz, no Rio de Janeiro, a exposição, que atraiu estudantes de todas as idades, é composta por dez painéis com desenhos, pequenas experiências e textos ilustrativos sobre os sentidos humanos.

2002 OLIMPÍADA NACIONAL DE SAÚDE E AMBIENTE

Promovida nacionalmente pela Fiocruz e coordenada pelo Instituto Aggeu Magalhães na regional Nordeste 1, que compreende os estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão. Pernambuco foi o terceiro estado brasileiro em número de inscrições (56), atrás apenas de São Paulo (77) e Rio de Janeiro (73).

2002 Laboratório de Esquistossomose é reconhecido pelo Ministério de Saúde como Serviço de Referência

O laboratório de esquistossomose, em São Lourenço da Mata, município da Região Metropolitana do Recife, foi reconhecido pelo Ministério da Saúde com o serviço de referência para diagnóstico em esquistossomose mansônica em todo o Nordeste. O objetivo do laboratório é apoiar os serviços de Saúde na capacitação de recursos humanos para diagnóstico e operacionalização do controle da esquistossomose. 

2002 Laboratório de Esquistossomose é reconhecido pelo Ministério de Saúde como Serviço de Referência

O laboratório de esquistossomose, em São Lourenço da Mata, município da Região Metropolitana do Recife, foi reconhecido pelo Ministério da Saúde com o serviço de referência para diagnóstico em esquistossomose mansônica em todo o Nordeste. O objetivo do laboratório é apoiar os serviços de Saúde na capacitação de recursos humanos para diagnóstico e operacionalização do controle da esquistossomose. 

2002 Serviço de referência em Esquistossomose desenvolve Guia para diagnóstico laboratorial e operações de campo em esquistossomose

Em 2002, o serviço de referência elaborou o manual técnico “Guia para diagnóstico laboratorial e operações de campo em esquistossomose”, com uma tiragem de 200 exemplares. Com os pesquisadores colaboradores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC)/Fiocruz, realizou três capacitações para técnicos de nível superior responsáveis pelo programa de esquistossomose em municípios endêmicos de Pernambuco. Os cursos, cujo tema foi “Epidemiologia, malacologia e parasitologia para o diagnóstico e controle da esquistossomose”, envolveram 65 técnicos de 58 municípios.

2002 Fiocruz/Pe Realiza capacitação em Esquistossomose

Com os pesquisadores colaboradores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC)/Fiocruz, realizou três capacitações para técnicos de nível superior responsáveis pelo programa de esquistossomose em municípios endêmicos de Pernambuco. Os cursos, cujo tema foi “Epidemiologia, malacologia e parasitologia para o diagnóstico e controle da esquistossomose”, envolveram 65 técnicos de 58 municípios. Houve, também, a capacitação para médicos e enfermeiros do Programa de Saúde da Família (PSF) de cidades do litoral pernambucano, em diagnóstico epidemiológico e clínico para a esquistossomose mansônica, da qual 87 técnicos de cinco municípios participaram. Fora de Pernambuco, o serviço de referência capacitou técnicos de nível superior da Secretaria de Saúde de Natal, no Rio Grande do Norte. No mês de novembro, 12 técnicos compareceram às aulas, cujo tema central foi “Técnicas de malacologia e parasitologia para o diagnóstico e controle da esquistossomose”.

2002 Fiocruz/Pe Realiza capacitação em Esquistossomose

Com os pesquisadores colaboradores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC)/Fiocruz, realizou três capacitações para técnicos de nível superior responsáveis pelo programa de esquistossomose em municípios endêmicos de Pernambuco. Os cursos, cujo tema foi “Epidemiologia, malacologia e parasitologia para o diagnóstico e controle da esquistossomose”, envolveram 65 técnicos de 58 municípios. Houve, também, a capacitação para médicos e enfermeiros do Programa de Saúde da Família (PSF) de cidades do litoral pernambucano, em diagnóstico epidemiológico e clínico para a esquistossomose mansônica, da qual 87 técnicos de cinco municípios participaram. Fora de Pernambuco, o serviço de referência capacitou técnicos de nível superior da Secretaria de Saúde de Natal, no Rio Grande do Norte. No mês de novembro, 12 técnicos compareceram às aulas, cujo tema central foi “Técnicas de malacologia e parasitologia para o diagnóstico e controle da esquistossomose”.

2002 SRNF Participa do Plano de Controle de Filariose da PCR

O Serviço de Referência Nacional em Filariose do IAM, teve até participação ativa na construção do Plano de Controle de Filariose da Prefeitura do Recife. objetivo do Plano é reduzir os altos índices de filariose, com ações que diminuam as fontes e os fatores de risco. Além disso, serão desenvolvidas ações preventivas voltadas para as pessoas que vivem nas áreas com maior incidência.

2002 IAM oferece respaldo técnico à OMS

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) é, como um todo, referência para a Organização Mundial de Saúde (OMS) em saúde e ambiente. Nessa área, o Instituto Aggeu Magalhães ofereceu no ano de 2002 respaldo técnico à OMS em:

1 - Sistemas de vigilância da qualidade da água; 

2 - Vigilância epidemiológica dos agrotóxicos; 

3 - Vigilância epidemiológica de agravos decorrentes da exposição a solventes aromáticos;

4 - Vigilância epidemiológica de agravos decorrentes da exposição a solventes clorados; 

5 - Vigilância ambiental relacionada com processos produtivos em ambientes urbanos e rurais; 

6 - Vigilância sanitária do abastecimento de água de estabelecimentos hospitalares que fazem hemodiálise; 

7 - Avaliação de perdas auditivas por exposição mista a solventes e ruídos; 

8 - Avaliação ocupacional decorrente da exposição a agentes químicos utilizados no controle de endemias vetoriais; 

9 - Avaliação de políticas de saneamento; 

10 - Organização de serviços de saúde ambiental; 

11- Organização de serviços de saúde do trabalhador; 

12 - Elaboração de indicadores em saúde ambiental; 

13 - Elaboração de matriz de dados para o planejamento e gestão em saúde ambiental; 

14 - Elaboração de propostas pedagógicas para o ensino de conteúdos em saúde ambiental com base na interdisciplinaridade.

2002 IAM oferece respaldo técnico à OMS

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) é, como um todo, referência para a Organização Mundial de Saúde (OMS) em saúde e ambiente. Nessa área, o Instituto Aggeu Magalhães ofereceu no ano de 2002 respaldo técnico à OMS em:

1 - Sistemas de vigilância da qualidade da água; 

2 - Vigilância epidemiológica dos agrotóxicos; 

3 - Vigilância epidemiológica de agravos decorrentes da exposição a solventes aromáticos;

4 - Vigilância epidemiológica de agravos decorrentes da exposição a solventes clorados; 

5 - Vigilância ambiental relacionada com processos produtivos em ambientes urbanos e rurais; 

6 - Vigilância sanitária do abastecimento de água de estabelecimentos hospitalares que fazem hemodiálise; 

7 - Avaliação de perdas auditivas por exposição mista a solventes e ruídos; 

8 - Avaliação ocupacional decorrente da exposição a agentes químicos utilizados no controle de endemias vetoriais; 

9 - Avaliação de políticas de saneamento; 

10 - Organização de serviços de saúde ambiental; 

11- Organização de serviços de saúde do trabalhador; 

12 - Elaboração de indicadores em saúde ambiental; 

13 - Elaboração de matriz de dados para o planejamento e gestão em saúde ambiental; 

14 - Elaboração de propostas pedagógicas para o ensino de conteúdos em saúde ambiental com base na interdisciplinaridade.

2002 Implementação de sistema de Informações Gerenciais

A ampliação do quadro de pessoal via concurso Fiocruz pelo qual foram agregados servidores às equipes de Planejamento e Recursos Humanos, desencadeou a implementação de um sistema de informações gerenciais. Esse sistema, aliado ao trabalho integrado com os departamentos, deverá garantir os mecanismos de acompanhamento, avaliação e desenvolvimento de pessoas e processos.

2002 IAM Implementa rede lógica estruturada de telefonia/dados e voz

O IAM obteve importantes avanços com a implementação da rede lógica estruturada de telefonia/dados e voz, possibilitando os meios necessários para realização de videoconferência. Houve a aquisição do sistema de controle eletrônico de acesso e o redimensionamento elétrico dos pontos mais críticos dos laboratórios, traduzindo melhoria para as atividades de pesquisa, ensino e desenvolvimento tecnológico em saúde.

2002 IAM Implementa rede lógica estruturada de telefonia/dados e voz

O IAM obteve importantes avanços com a implementação da rede lógica estruturada de telefonia/dados e voz, possibilitando os meios necessários para realização de videoconferência. Houve a aquisição do sistema de controle eletrônico de acesso e o redimensionamento elétrico dos pontos mais críticos dos laboratórios, traduzindo melhoria para as atividades de pesquisa, ensino e desenvolvimento tecnológico em saúde.

2002 IAM Abre concurso público

Absorvendo mais de 17 servidores públicos para as áreas estratégicas de pesquisa e ensino do centro; e a ampliação do quadro de pessoal terceirizado via convênio com o Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Imip).

2002 IAM fecha contrato com empresas prestadoras de serviços de vigilância patrimonial e de alimentação

O início da vigência de novos contratos, realizados por meio de concorrência pública, com empresas prestadoras de serviços de vigilância patrimonial e de alimentação, esta última para trabalhar nas novas dependências do restaurante interno do IAM, totalmente adequadas às solicitações da Vigilância Sanitária, garantindo comodidade, conforto e qualidade aos servidores.

2002 IAM fecha contrato com empresas prestadoras de serviços de vigilância patrimonial e de alimentação

O início da vigência de novos contratos, realizados por meio de concorrência pública, com empresas prestadoras de serviços de vigilância patrimonial e de alimentação, esta última para trabalhar nas novas dependências do restaurante interno do IAM, totalmente adequadas às solicitações da Vigilância Sanitária, garantindo comodidade, conforto e qualidade aos servidores.

2002 IAM celebra contrato com a Compesa

Contrato entre o IAM e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), levando para o centro uma significativa melhoria na qualidade da água consumida, antes proveniente de poço artesiano

2002 Implementação de Pregão eletrônico

Para beneficiar o funcionamento do centro em 2002 foi a implantação do sistema de compras por meio de pregão eletrônico, que reduziu os gastos e trouxe mais agilidade no fornecimento das mercadorias e/ou serviços. Feito de maneira transparente, o método via Internet acirra a concorrência entre os interessados em oferecer produtos ou serviços, tendo em vista que as propostas ficam expostas em tempo real.

2002 Implementação de Pregão eletrônico

Para beneficiar o funcionamento do centro em 2002 foi a implantação do sistema de compras por meio de pregão eletrônico, que reduziu os gastos e trouxe mais agilidade no fornecimento das mercadorias e/ou serviços. Feito de maneira transparente, o método via Internet acirra a concorrência entre os interessados em oferecer produtos ou serviços, tendo em vista que as propostas ficam expostas em tempo real.

2002 IAM nomeia Servidores para gerir Câmaras Técnicas

Com o objetivo de melhorar as condições técnicas de cada setor do Instituto Aggeu Magalhães, a Direção optou em 2002 por dinamizar a participação dos integrantes do IAM nas câmaras técnicas da Fiocruz. Catorze servidores foram nomeados como titulares e suplentes das câmaras das áreas de Ensino, Pesquisa, Serviços de Referência, Informação, Informática e Comunicação, Gestão, Infraestrutura, Preservação de Patrimônio e Recursos Humanos; além demais dois profissionais estarem engajados nas sub-câmaras de Laboratórios e Assistência. Além de se preocupar com a participação mais efetiva dos servidores nas câmaras técnicas e com o fornecimento de insumos básicos para melhorar desempenho das atividades no IAM, a Administração proporcionou a participação dos funcionários em eventos fora do Recife e de Pernambuco. Isso foi possível devido à liberação de R$141.942,49 para a aquisição de passagens aéreas e de R$ 59.527,52 para as diárias.

2002 Dra. Elizabeth Malagueño é incorporada a equipe do Biotério do IAM

Em julho de 2002, foi incorporada à equipe a dra. Elizabeth Malagueño, na qualidade de coordenadora, para desenvolver um projeto de melhoria das condições do biotério, o qual visava primeiramente a investir na reciclagem de conceitos e atitudes no biotério.

2002 Dra. Elizabeth Malagueño é incorporada a equipe do Biotério do IAM

Em julho de 2002, foi incorporada à equipe a dra. Elizabeth Malagueño, na qualidade de coordenadora, para desenvolver um projeto de melhoria das condições do biotério, o qual visava primeiramente a investir na reciclagem de conceitos e atitudes no biotério.

2002 IAM faz investimento no Biotério

Paralelamente, foi iniciado o projeto de reforma das instalações do Biotério. A partir das modificações e adaptações que tiveram de ser feitas para criar e cuidar de animais num espaço mais restrito, novas práticas de higienização e manejo tiveram de ser introduzidas. Foram trocadas as fardas dos funcionários e adquiridos os equipamentos de proteção do pessoal. Procedimentos como modificações e revisão de conceitos sobre bioterismo foram redigidos em caráter preliminar pelos próprios funcionários responsáveis dos diferentes setores. Esses procedimentos só poderão ser implantados total e definitivamente nas instalações já reformadas. Objetivando melhorar as condições de trabalho futuras, o planejamento por ordem de prioridades do equipamento necessário para facilitar higienização e criação foi feito nesse período e já foram adquiridas 20 estantes metálicas para ratos e camundongos, autoclave e banho de ultrassom para limpeza de bicos de mamadeira. Foram melhoradas as condições físicas do criadouro de aves que alberga aves para o repasto de insetos. Foi feita uma análise das espécies mantidas pelo Biotério e de sua utilização presente e nos próximos dois anos a fim de redimensionar o plantel. Foi estabelecida a prática de doação ao zoológico dos animais que, sem contaminações, tenham envelhecido na área de criação.

2002 Biotério é cadastrado na comissão de C&T

No fim de 2002, o Biotério do IAM foi cadastrado na comissão de C&T que visava a elaborar a política de biotérios e auxiliar em infraestrutura (CT–Infra). Esse cadastramento nacional foi dirigido pelo Cemib. Dentro do programa de treinamento e atualização do pessoal, foram realizadas as seguintes atividades: 

a) Curso sobre animais de laboratório, ministrado pela dra. Adela Rosenkratz e patrocinado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e IAM. O curso teve como clientela alunos de pós-graduação, iniciação científica, pesquisadores que trabalham com animais como modelos experimentais, assim como pessoal técnico superior que trabalha em biotérios. 

b) Estágio no Setor de Controle de qualidade do CECAL. A veterinária Maria Inês Cavalcanti esteve em treinamento no CECAL, setor de controle de qualidade, onde também teve a oportunidade de conferir toda a rotina do centro durante 20 dias. Ela também teve a chance de participar das atividades comemorativas do aniversário do CECAL. 

c) Visitas técnicas. A dra. Mércia Caracciolo visitou os biotérios do Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz (CPqGM), em Salvador, e o da USP. O primeiro é um biotério de criação e experimentação, situação similar ao do IAM.O último foi recém-inaugurado e conta com equipamento de ponta, por isso devia ser observado, uma vez que há necessidade de compra de equipamentos para o setor reformado. Dra. Elizabeth Malagueño realizou visitas técnicas ao CECAL e ao Gonçalo Moniz e representou o IAM na reunião anual do Comitê de Uso de Animais de Laboratório (Cual) . 

d) Curso para técnicos de nível médio e estágio. O técnico Ailton Pinto participou do curso de capacitação em bioterismo para técnicos oferecido pelo CECAL. Sendo o curso ministrado somente no período da tarde, o período da manhã foi aproveitado num estágio na rotina de manejo do CECAL.

2002 Biotério é cadastrado na comissão de C&T

No fim de 2002, o Biotério do IAM foi cadastrado na comissão de C&T que visava a elaborar a política de biotérios e auxiliar em infraestrutura (CT–Infra). Esse cadastramento nacional foi dirigido pelo Cemib. Dentro do programa de treinamento e atualização do pessoal, foram realizadas as seguintes atividades: 

a) Curso sobre animais de laboratório, ministrado pela dra. Adela Rosenkratz e patrocinado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e IAM. O curso teve como clientela alunos de pós-graduação, iniciação científica, pesquisadores que trabalham com animais como modelos experimentais, assim como pessoal técnico superior que trabalha em biotérios. 

b) Estágio no Setor de Controle de qualidade do CECAL. A veterinária Maria Inês Cavalcanti esteve em treinamento no CECAL, setor de controle de qualidade, onde também teve a oportunidade de conferir toda a rotina do centro durante 20 dias. Ela também teve a chance de participar das atividades comemorativas do aniversário do CECAL. 

c) Visitas técnicas. A dra. Mércia Caracciolo visitou os biotérios do Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz (CPqGM), em Salvador, e o da USP. O primeiro é um biotério de criação e experimentação, situação similar ao do IAM.O último foi recém-inaugurado e conta com equipamento de ponta, por isso devia ser observado, uma vez que há necessidade de compra de equipamentos para o setor reformado. Dra. Elizabeth Malagueño realizou visitas técnicas ao CECAL e ao Gonçalo Moniz e representou o IAM na reunião anual do Comitê de Uso de Animais de Laboratório (Cual) . 

d) Curso para técnicos de nível médio e estágio. O técnico Ailton Pinto participou do curso de capacitação em bioterismo para técnicos oferecido pelo CECAL. Sendo o curso ministrado somente no período da tarde, o período da manhã foi aproveitado num estágio na rotina de manejo do CECAL.

2002 IAM implementa Planejamento estratégico participativo

O Núcleo de Planejamento (Nuplan) do IAM, sob nova coordenação a partir do segundo semestre de 2002, passou a desenvolver o processo de trabalho a partir da aplicação do planejamento estratégico participativo. O desenvolvimento de um sistema de informação gerencial efetivo, primeira ação em curso, começou a propiciar a implantação de mecanismos de controle e avaliação periódicos, sendo pactuados e definidos os indicadores de acompanhamento e avaliação nos departamentos. 

2002 IAM cria projeto com o objetivo de instituir mecanismos permanente de contato com os departamentos

O Serviço de Recursos Humanos (SRH) do Instituto Aggeu Magalhães (IAM) começou, em 2002, a trabalhar na estruturação de um projeto com o objetivo de instituir um mecanismo permanente de contato com os departamentos e acompanhar de perto as atividades desempenhadas tanto pelos servidores quanto pelos terceirizados. Em 2002, o IAM passou a intensificar ações de desenvolvimento de RH e de informação da força de trabalho, subsidiando a gestão na tomada de decisões. O SRH conseguiu treinar 47 servidores e colaboradores, da Administração e da Direção, do Biotério e dos departamentos de Entomologia, Imunologia, Microbiologia, Saúde Coletiva, Parasitologia e Patologia. Para realizar os treinamentos, foram gastos R$ 85.592,04. O setor também se encarregou da concessão de 34 bolsas, sendo dez para estagiários do Programa de Aperfeiçoamento Profissional (PAPs) 1, categoria extinta em 2002, e dez para estagiários do PAPs 2, que estabelece um vínculo máximo de dois anos. Catorze bolsistas são do convênio com a Fundação de Amparo à Ciência e à Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe).

2002 IAM cria projeto com o objetivo de instituir mecanismos permanente de contato com os departamentos

O Serviço de Recursos Humanos (SRH) do Instituto Aggeu Magalhães (IAM) começou, em 2002, a trabalhar na estruturação de um projeto com o objetivo de instituir um mecanismo permanente de contato com os departamentos e acompanhar de perto as atividades desempenhadas tanto pelos servidores quanto pelos terceirizados. Em 2002, o IAM passou a intensificar ações de desenvolvimento de RH e de informação da força de trabalho, subsidiando a gestão na tomada de decisões. O SRH conseguiu treinar 47 servidores e colaboradores, da Administração e da Direção, do Biotério e dos departamentos de Entomologia, Imunologia, Microbiologia, Saúde Coletiva, Parasitologia e Patologia. Para realizar os treinamentos, foram gastos R$ 85.592,04. O setor também se encarregou da concessão de 34 bolsas, sendo dez para estagiários do Programa de Aperfeiçoamento Profissional (PAPs) 1, categoria extinta em 2002, e dez para estagiários do PAPs 2, que estabelece um vínculo máximo de dois anos. Catorze bolsistas são do convênio com a Fundação de Amparo à Ciência e à Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe).

2002 IAM passa a utilizar Internet via Rede Nacional de Pesquisa (RNP)

O Serviço de Informática (Seinfo) do Instituto Aggeu Magalhães registrou uma série de avanços em 2002.Um deles foi a troca do acesso à Internet via Embratel pelo que é oferecido via Rede Nacional de Pesquisa (RNP). Com a mudança, o IAM manteve a velocidade de navegação e reduziu gasto.

2002 IAM implementa sistema de Videoconferência via streaming vídeo

O setor de Sistema da Informação do IAM, implantou o sistema de videoconferência via streaming vídeo, tipo de transmissão realizada através da Rede Fiocruz, que aumentou o desempenho e a qualidade do vídeo e do áudio. Em 2003, a videoconferência passará a ser realizada por meio do sistema ISDN (Integrated Services Digital Network). Dessa forma, a comunidade do IAM poderá participar, entre outras atividades, das reuniões do Conselho Deliberativo (CD) da Fiocruz sem precisar viajar para outros lugares, o que representa redução de custos com ligações telefônicas, viagens e diárias, por exemplo.

2002 IAM implementa sistema de Videoconferência via streaming vídeo

O setor de Sistema da Informação do IAM, implantou o sistema de videoconferência via streaming vídeo, tipo de transmissão realizada através da Rede Fiocruz, que aumentou o desempenho e a qualidade do vídeo e do áudio. Em 2003, a videoconferência passará a ser realizada por meio do sistema ISDN (Integrated Services Digital Network). Dessa forma, a comunidade do IAM poderá participar, entre outras atividades, das reuniões do Conselho Deliberativo (CD) da Fiocruz sem precisar viajar para outros lugares, o que representa redução de custos com ligações telefônicas, viagens e diárias, por exemplo.

2002 SEINFO desenvolve softwares para melhor gestão dos serviços do IAM

O Seinfo, Setor de Tecnologia da Informação do IAM trabalhou no desenvolvimento de 11 softwares para melhor gestão dos serviços ofertados na instituição, estes softwares servirão para facilitar a comunicação e o gerenciamento das atividades, como os sistemas de controle de marcadores de dengue e tuberculose, atendimento ambulatorial, gestão do parque de informática do IAM, recepção, agendamento de recursos, transporte e almoxarifado.

2002 Criação da ASCOM

Visando coordenar, organizar e promover as atividades sociais da instituição, em abril de 2002, a Direção do Instituto Aggeu Magalhães (IAM) criou, oficialmente, a Assessoria de Comunicação Social (Ascom) abrangendo as áreas de imprensa, recursos audiovisuais, publicações e promoções, em conformidade com as diretrizes da Coordenadoria de Comunicação Social da Fiocruz (CCS/Fiocruz).

2002 Criação da ASCOM

Visando coordenar, organizar e promover as atividades sociais da instituição, em abril de 2002, a Direção do Instituto Aggeu Magalhães (IAM) criou, oficialmente, a Assessoria de Comunicação Social (Ascom) abrangendo as áreas de imprensa, recursos audiovisuais, publicações e promoções, em conformidade com as diretrizes da Coordenadoria de Comunicação Social da Fiocruz (CCS/Fiocruz).

2002 IAM mantém maior acervo de Saúde pública do Nordeste

Especializada em Saúde Pública e Ciências Biomédicas, a Biblioteca do IAM possui o maior acervo de Saúde Pública do Nordeste, servindo de estudo para a comunidade interna e para estudantes de outras instituições de ensino. Em 2002, adquiriu 315 livros, dos quais 13 comprados e 302 doados. Trinta e dois títulos de periódicos foram renovados, sendo nove da SEWTS e 25 da EBSCO. Atualmente, dispõe de mais de 4,4 mil publicações avulsas (livros, teses de doutorado, dissertações de mestrado, monografias de especialização e folhetos), 141 títulos atualizados de revistas especializadas nas áreas biomédicas e de ciências sociais, 231 títulos de arquivo, além de aproximadamente 460 fitas de vídeo, mantidas na Videoteca. 

2002 IAM cria Comissão Interna de Biossegurança

Em 2002, a Comissão Interna de Biossegurança (CIBio) passou por uma reestruturação e elaborou o Anteprojeto do Regimento Interno da CIBio, garantindo assim uma melhor visualização das atividades de cada um dos 11 membros envolvidos nas atividades da comissão. Para pôr em prática as ações de biossegurança, houve a criação da Secretaria Executiva da CIBio. Fundada em 1998, a CIBio vem desenvolvendo ações na comunidade do IAM com o intuito de formar recursos humanos, estabelecer normas e regulamentos relacionados a cultivo, manipulação, uso, transporte, armazenamento, consumo, liberação e descarte de materiais considerados perigosos à saúde e ao meio ambiente. No ano de 2002, também foi feita uma ampla divulgação interna sobre a importância e a necessidade da notificação de acidentes de trabalho no IAM. Nessa atividade, houve a distribuição de fichas de notificação de conteúdo simplificado. 

2002 IAM cria Comissão Interna de Biossegurança

Em 2002, a Comissão Interna de Biossegurança (CIBio) passou por uma reestruturação e elaborou o Anteprojeto do Regimento Interno da CIBio, garantindo assim uma melhor visualização das atividades de cada um dos 11 membros envolvidos nas atividades da comissão. Para pôr em prática as ações de biossegurança, houve a criação da Secretaria Executiva da CIBio. Fundada em 1998, a CIBio vem desenvolvendo ações na comunidade do IAM com o intuito de formar recursos humanos, estabelecer normas e regulamentos relacionados a cultivo, manipulação, uso, transporte, armazenamento, consumo, liberação e descarte de materiais considerados perigosos à saúde e ao meio ambiente. No ano de 2002, também foi feita uma ampla divulgação interna sobre a importância e a necessidade da notificação de acidentes de trabalho no IAM. Nessa atividade, houve a distribuição de fichas de notificação de conteúdo simplificado. 

2002 IAM desenvolve campanha de Vacinação contra HBV

Em setembro, houve uma campanha de vacinação contra hepatite (HBV), destinada aos profissionais que desenvolvem atividades nos departamentos finalísticos e de apoio. Na ocasião, foi entregue um questionário de Vigilância da Exposição ao Risco Biológico. Nesse período, foi elaborado o Anteprojeto de Gerenciamento dos Resíduos produzidos no âmbito do IAM abordando os aspectos organizacional, técnico operacional e de Recursos Humanos. Dessa forma, buscou-se identificar as principais fontes geradoras de resíduos bem como sua classificação, determinar responsabilidades e reduzir custos.

2002 Técnicos do IAM passam por capacitação em Normas de Biossegurança na UFPE

Em outubro, a Secretaria Executiva da CIBio entregou o Regimento Interno da Comissão de Biossegurança para aprovação da Direção do IAM. Nesse mês, três técnicos dos departamentos de Imunologia, Microbiologia e Parasitologia do IAM foram capacitados em Normas de Biossegurança, num curso ministrado por profissionais da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Além disso, houve o início da elaboração do Manual de Qualidade da Instituição, trabalho em andamento, não tendo prazo para finalização devido à complexidade das informações que serão compiladas dos diversos setores do centro de pesquisas.

2002 Técnicos do IAM passam por capacitação em Normas de Biossegurança na UFPE

Em outubro, a Secretaria Executiva da CIBio entregou o Regimento Interno da Comissão de Biossegurança para aprovação da Direção do IAM. Nesse mês, três técnicos dos departamentos de Imunologia, Microbiologia e Parasitologia do IAM foram capacitados em Normas de Biossegurança, num curso ministrado por profissionais da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Além disso, houve o início da elaboração do Manual de Qualidade da Instituição, trabalho em andamento, não tendo prazo para finalização devido à complexidade das informações que serão compiladas dos diversos setores do centro de pesquisas.

2002 IAM através do CIBIo atua em proposta de contenção de riscos

Em 2002 através da Comissão Interna de Biossegurança, o IAM desenvolveu ações como: 

Elaboração do Plano de Gerenciamento do Rejeito Sólido, Químico Radioativo; 

Elaboração do Regimento Interno da CIBio; 

Proposta de Projeto de Estruturação de Biotério para Animais Silvestres Classe NB3; 

Implantação de um programa piloto do Gerenciamento do Rejeito de Serviço de Saúde; 

Capacitação de três técnicos em Curso de Biossegurança na UFPE, sendo um do Departamento de Parasitologia, um de Microbiologia e um de Imunologia;

Proposta de Seminário de sensibilização para a aplicação do Plano de Gerenciamento do Rejeito; Curso de Vigilância Ecoepidemiológica do Hantavírus Biossegurança para atividade de campo; 

Curso de Biossegurança para atuação segura nas atividades de vigilância e controle da Peste;

II Curso para formação e capacitação de RH em Biossegurança e Risco Biológico.

2002 IAM oferta Vacinação contra a hepatite B (HBV) de 91 profissionais

Em 2002 o IAM junto a sua Comissão Interna de Biossegurança proporcionou a vacinação contra a hepatite B (HBV) de 91 profissionais ligados aos seis departamentos do IAM e que desenvolvem atividades na área finalística do centro. A ação fez parte do Programa Saúde do Trabalhador

2002 IAM oferta Vacinação contra a hepatite B (HBV) de 91 profissionais

Em 2002 o IAM junto a sua Comissão Interna de Biossegurança proporcionou a vacinação contra a hepatite B (HBV) de 91 profissionais ligados aos seis departamentos do IAM e que desenvolvem atividades na área finalística do centro. A ação fez parte do Programa Saúde do Trabalhador

2002 Funcionários do IAM participam do I Seminário de Biossegurança – Políticas de Biossegurança no Brasil

I Seminário de Biossegurança – políticas de Biossegurança no Brasil, tendo como objetivo discutir as questões éticas nas manipulações genéticas, definindo, assim, um código de conduta para essa prática. O mês também serviu para a implantação de programa piloto de Gerenciamento do Rejeito Sólido (RSS) para avaliar, levantar custos na compra de material de consumo, incluindo, nesse caso, contentores, sacos plásticos diferenciados para cada grupo do resíduo produzido e quantidade gerada diariamente.

2002 IAM recebe medalha Hortênsia Hurpia

Em novembro de 2002, o vice-diretor de Ensino do IAM, dr. Eduardo Freese de Carvalho, recebeu a medalha Hortênsia Hurpia de Hollanda, referente ao pioneirismo e à inovação do ensino no IAM. A medalha Hortênsia Hurpia é uma homenagem a essa educadora do Ministério da Saúde que deu grande contribuição para a Saúde Pública no Brasil.

2002 IAM recebe medalha Hortênsia Hurpia

Em novembro de 2002, o vice-diretor de Ensino do IAM, dr. Eduardo Freese de Carvalho, recebeu a medalha Hortênsia Hurpia de Hollanda, referente ao pioneirismo e à inovação do ensino no IAM. A medalha Hortênsia Hurpia é uma homenagem a essa educadora do Ministério da Saúde que deu grande contribuição para a Saúde Pública no Brasil.

2002 IAM recebe o Prêmio André Furtado

Em dezembro, o Espaço Ciência de Pernambuco criou o prêmio André Furtado, entregue na X Ciência Jovem, realizada no Recife.

2003 IAM aumenta em 115% a oferta de palestras em congressos

Destacamos que, de um total de 52 artigos publicados, 47 foram em revistas indexadas pelo ISI (Institute for Scientific Information), perfazendo um aumento substancial em relação ao ano anterior. Também foi observado um aumento de 115% em relação às palestras em congressos.

2003 IAM aumenta em 115% a oferta de palestras em congressos

Destacamos que, de um total de 52 artigos publicados, 47 foram em revistas indexadas pelo ISI (Institute for Scientific Information), perfazendo um aumento substancial em relação ao ano anterior. Também foi observado um aumento de 115% em relação às palestras em congressos.

2003 IAM recebe financiamento do Instituto Nacional de Saúde (National Institute of Healthy - NIH) dos Estados Unidos

Em 2003 o IAM começa a receber financiamento oriundo do Instituto Nacional de Saúde (National Institute of Healthy - NIH) dos Estados Unidos, para a implementação de uma linha de pesquisa em virologia, com o intuito de desenvolver uma vacina de DNA para os quatro sorotipos do vírus dengue. O trabalho vem sendo executado conjuntamente pelo IAM, pela Universidade Johns Hopkins e pela Universidade Nacional e o Laboratório de Informações Técnicas de Cingapura e possibilitará a contratação de novos pesquisadores, permitindo transferência de tecnologias e capacitação de recursos humanos. 

2003 IAM aproxima suas atividades a Política nacional de vigilância

Na busca por aproximação entre o IAM e a política nacional de vigilância epidemiológica, coordenada pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS), os serviços de referência em filariose, peste e hantavírus, controle de culicídeos vetores e esquistossomose obtiveram recursos para garantir, de forma criativa, trabalhos que atendam às necessidades prementes da sociedade. Com isso, conseguiram fincar sua consolidação não só no Nordeste, como também em todo o País e, em alguns casos, no exterior. 

2003 IAM aproxima suas atividades a Política nacional de vigilância

Na busca por aproximação entre o IAM e a política nacional de vigilância epidemiológica, coordenada pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS), os serviços de referência em filariose, peste e hantavírus, controle de culicídeos vetores e esquistossomose obtiveram recursos para garantir, de forma criativa, trabalhos que atendam às necessidades prementes da sociedade. Com isso, conseguiram fincar sua consolidação não só no Nordeste, como também em todo o País e, em alguns casos, no exterior. 

2003 Aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública (stricto e lato sensu)

Aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública (stricto e lato sensu), proferida pelo ministro da Saúde, Humberto Costa, com participação do presidente da Fiocruz, Paulo Buss.

2003 IAM tem doutorado Interinstitucional em Saúde Pública concluído com 13 egressos

O doutorado interinstitucional em Saúde Pública – realizado pelo IAM, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Pernambuco (FCM/UPE) e Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Imip) – foi concluído com a titulação de 13 doutores. No mestrado, que apresentou uma evolução significativa em 2003, houve a formação de 9 mestres. Todos os trabalhos do stricto sensu abordaram temas relevantes da saúde pública contemporânea.

2003 IAM tem doutorado Interinstitucional em Saúde Pública concluído com 13 egressos

O doutorado interinstitucional em Saúde Pública – realizado pelo IAM, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Pernambuco (FCM/UPE) e Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Imip) – foi concluído com a titulação de 13 doutores. No mestrado, que apresentou uma evolução significativa em 2003, houve a formação de 9 mestres. Todos os trabalhos do stricto sensu abordaram temas relevantes da saúde pública contemporânea.

2003 IAM amplia bolsas de estudos para estudantes de Pós-Graduação

Com a alocação de 5 novas bolsas das 12 já existentes com recursos próprios. Mesmo assim, continuamos lutando para garantir uma maior oferta, tendo em vista que, dessa forma, conseguimos aumentar a vinculação desses alunos, dando tranquilidade necessária a essa importante força criativa existente no âmbito da pesquisa.

2003 IAM oferta especializações não regulares

Na área lato sensu, os profissionais de saúde tiveram a oportunidade de cursar especializações não regulares, capacitações e atualizações oferecidas, por vezes, de maneira descentralizada, como forma de colocar sua experiência institucional para responder adequadamente à demanda do SUS, que a cada dia se ratifica como resposta social organizada por meio do Estado. A já consolidada Especialização em Saúde Pública formou sua 19ª turma, com 17 egressos, e a Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva formou 16 estudantes.

2003 IAM oferta especializações não regulares

Na área lato sensu, os profissionais de saúde tiveram a oportunidade de cursar especializações não regulares, capacitações e atualizações oferecidas, por vezes, de maneira descentralizada, como forma de colocar sua experiência institucional para responder adequadamente à demanda do SUS, que a cada dia se ratifica como resposta social organizada por meio do Estado. A já consolidada Especialização em Saúde Pública formou sua 19ª turma, com 17 egressos, e a Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva formou 16 estudantes.

2003 Projeto de Estruturação do Núcleo de Saúde do Trabalhador (Nust)

A Coordenação de Recursos Humanos e o fioprev Recife conseguiram dar os primeiros passos para o Projeto de Estruturação do Núcleo de Saúde do Trabalhador (Nust) do IAM, proposta contida no Programa Fiocruz Saudável, cuja implantação é um dos objetivos da atual administração.

2003 Dinamização do Conselho Deliberativa

Na questão da descentralização da gestão, a direção do IAM trabalhou na dinamização do Conselho Deliberativo, mantendo uma agenda mensal, e deu continuidade aos grupos técnicos interdepartamentais para participar das câmaras técnicas setoriais da Fiocruz.

2003 Dinamização do Conselho Deliberativa

Na questão da descentralização da gestão, a direção do IAM trabalhou na dinamização do Conselho Deliberativo, mantendo uma agenda mensal, e deu continuidade aos grupos técnicos interdepartamentais para participar das câmaras técnicas setoriais da Fiocruz.

2008 IAM lança eleições para definir chefias

No intuito de democratizar e oportunizar diferentes profissionais a ingressarem nos cargos finalísticos da instituição, o IAM realiza eleições para definir as chefias dos seis departamentos que compõe o mesmo. As novas instalações dotam a instituição de capacidade de ampliar sua área de atuação e de desenvolver novos projetos de pesquisa de relevância para o desenvolvimento científico e tecnológico regional e nacional.

2008 Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública Stricto Sensu (mestrado acadêmico e doutorado) é reformulado

O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública Stricto Sensu (mestrado acadêmico e doutorado) foi reformulado, passando a contar com duas áreas de concentração: Epidemiologia, Política e Gestão em Saúde e Eco-epidemiologia e Controle de Endemias.

2008 Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública Stricto Sensu (mestrado acadêmico e doutorado) é reformulado

O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública Stricto Sensu (mestrado acadêmico e doutorado) foi reformulado, passando a contar com duas áreas de concentração: Epidemiologia, Política e Gestão em Saúde e Eco-epidemiologia e Controle de Endemias.

2008 IAM forma mais de 300 Técnicos e Gestores do SUS

Mais de 300 técnicos e gestores do sistema de saúde pública, sendo a maioria em nível de residência e de especialização. Estes fatos reafirmam o nosso compromisso com a capacitação de recursos humanos qualificados para o Sistema Único de Saúde (SUS). Outro fato relevante é que os laboratórios de referência ampliaram suas atividades, realizando mais de 65 mil exames, além de ministrar treinamentos e capacitações principalmente sobre métodos diagnósticos.

2008 Implementação da reforma organizacional

Foi iniciada a implementação da reforma organizacional, com mudanças estruturais importantes como a criação das vice-diretorias de pesquisa, de ensino e de desenvolvimento institucional, garantindo mais agilidade e sinergia no processo de trabalho de todos os setores e, particularmente, no suporte às áreas fins da instituição. Foram realizados investimentos significativos na área de informática (infraestrutura e pessoal), essencial para o bom andamento das atividades do dia-a-dia da instituição. Hoje ela atende, praticamente, a todas as demandas da nossa comunidade e apoia tecnicamente as áreas fins, desenvolvendo soluções em tecnologia da informação e bancos de dados que ancoram os nossos projetos de pesquisa. 

2008 Implementação da reforma organizacional

Foi iniciada a implementação da reforma organizacional, com mudanças estruturais importantes como a criação das vice-diretorias de pesquisa, de ensino e de desenvolvimento institucional, garantindo mais agilidade e sinergia no processo de trabalho de todos os setores e, particularmente, no suporte às áreas fins da instituição. Foram realizados investimentos significativos na área de informática (infraestrutura e pessoal), essencial para o bom andamento das atividades do dia-a-dia da instituição. Hoje ela atende, praticamente, a todas as demandas da nossa comunidade e apoia tecnicamente as áreas fins, desenvolvendo soluções em tecnologia da informação e bancos de dados que ancoram os nossos projetos de pesquisa. 

2008 IAM anuncia início de obras no NESC

No início de 2009, com grande parte dos recursos financeiros já assegurados, serão realizadas obras para a readequação do Departamento de Saúde Coletiva (Nesc) e para a ampliação do número de salas de aula da instituição.

2008 IAM conclui obras de expansão e reforma de laboratórios

No ano de 2008, concluímos as obras de expansão e de reforma dos laboratórios de quatro departamentos finalísticos, estes garantem a melhoria das condições de trabalho para pesquisadores, técnicos e estudantes de iniciação científica e de pós-graduação

2008 IAM conclui obras de expansão e reforma de laboratórios

No ano de 2008, concluímos as obras de expansão e de reforma dos laboratórios de quatro departamentos finalísticos, estes garantem a melhoria das condições de trabalho para pesquisadores, técnicos e estudantes de iniciação científica e de pós-graduação

2009 Democratização Interna da Instituição

Visando a democratização e transparências de seus serviços e ações, o IAM tem como marco as reuniões anuais de avaliação da gestão abertas a toda comunidade, as eleições para chefes dos seis departamentos finalísticos de pesquisa e ensino, as dez reuniões anuais do Conselho Deliberativo, a realização das plenárias para o VI Congresso Interno da Fiocruz; eleição para a presidência da instituição e o coletivo de gestores com ampla participação de servidores da Fiocruz PE.

2009 Implementação da Gestão de Qualidade

Em 2009 a Gestão do IAM instituiu a “Comissão da Qualidade de Pesquisas”, que garantiu a acreditação internacional do Serviço de Referência Nacional em Filarioses, para a instituição. 

2009 Implementação da Gestão de Qualidade

Em 2009 a Gestão do IAM instituiu a “Comissão da Qualidade de Pesquisas”, que garantiu a acreditação internacional do Serviço de Referência Nacional em Filarioses, para a instituição. 

2012 Criação do Setor de Acompanhamento a projeto de pesquisa

Criação, em 2012, do Setor de Acompanhamento a Projeto de Pesquisa, com a finalidade de dar acompanhamento institucional aos projetos, simplificando processos e métodos de trabalho em consonância com os objetivos da instituição.

2010 Realização do I Simbio

O IAM através do Biotério, realiza o primeiro Simpósio de Bioterismo da instituição. 

2010 Realização do I Simbio

O IAM através do Biotério, realiza o primeiro Simpósio de Bioterismo da instituição. 

2013 CIBIO desenvolve Manual de Biossegurança do IAM

O Manual de Biossegurança foi produzido e distribuído junto aos laboratórios da instituição, em 2013, funcionando como uma segunda fonte de consulta para aqueles que manipulam microrganismos.

2014 Campanha Pratique Biossegurança

Criada com apoio da Assessoria de Comunicação, a campanha consistiu na criação de pequenos cartazes com informações simples sobre boas práticas de biossegurança, que foram afixados na entrada de todos os laboratórios da Fiocruz PE.

2014 Campanha Pratique Biossegurança

Criada com apoio da Assessoria de Comunicação, a campanha consistiu na criação de pequenos cartazes com informações simples sobre boas práticas de biossegurança, que foram afixados na entrada de todos os laboratórios da Fiocruz PE.

2013 ASCOM traz para o recife a Exposição O corpo na Arte africana

Trouxe para o Recife a Exposição “O corpo na arte africana” (Museu da Vida/Fiocruz) que contou com dois mil visitantes. Na edição pernambucana, foram agregadas à Mostra diversas oficinas educativas e um debate sobre o tema “Racismo e intolerância religiosa como determinantes sociais em saúde”

2014 ASCOM lança Flickr do IAM

Criou banco de fotografias no Flickr (www.flickr.com/photos/fiocruz-pe/), permitindo o compartilhamento de imagens com os públicos interno e externo e a imprensa

2014 ASCOM lança Flickr do IAM

Criou banco de fotografias no Flickr (www.flickr.com/photos/fiocruz-pe/), permitindo o compartilhamento de imagens com os públicos interno e externo e a imprensa

2014 ASCOM produziu Manual de Relacionamento com a Mídia

Produziu e lançou o “Manual de Relacionamento com a Mídia”, produto quem vem sendo oferecido, através de capacitações individuais, aos gestores e ao corpo científico da instituição, objetivando facilitar o relacionamento dos mesmos com profissionais da mídia.

2014 IAM promove Seminal sobre Racismo na Saúde

O “I Seminário Nacional sobre os Impactos do Racismo na Ciência e na Saúde – o que temos a ver com isso?”, com o objetivo de estimular o diálogo entre pesquisadores, estudantes e profissionais do campo da ciência da saúde sobre essa temática e neste mesmo ano a ASCOM Passou a integrar o Comitê Nacional da Fiocruz Pró-Equidade de Gênero e Raça

2014 IAM promove Seminal sobre Racismo na Saúde

O “I Seminário Nacional sobre os Impactos do Racismo na Ciência e na Saúde – o que temos a ver com isso?”, com o objetivo de estimular o diálogo entre pesquisadores, estudantes e profissionais do campo da ciência da saúde sobre essa temática e neste mesmo ano a ASCOM Passou a integrar o Comitê Nacional da Fiocruz Pró-Equidade de Gênero e Raça

2013 IAM desenvolve ferramenta para captar estudantes de outras regiões

Em 2013, a Fiocruz PE desenvolveu uma ferramenta para compreender a sua capacidade de captação de estudantes de outras regiões para seus programas de pós-graduação, assim como identificar o campo de atuação dos egressos. Em uma primeira avaliação, observou-se que 100% dos egressos que responderam ao questionário de avaliação do PPGSP estão em alguma atividade profissional e que a maioria atua em atividades de pesquisa, ensino e gestão da saúde.

2013 IAM Cria semana de Biociências e Biotecnologia em Saúde

O evento é uma oportunidade de estudantes de graduação, no início do curso, conhecer a pesquisa desenvolvida na Fundação, em áreas estratégicas, através de palestras proferidas pelos discentes e docentes.

2013 IAM Cria semana de Biociências e Biotecnologia em Saúde

O evento é uma oportunidade de estudantes de graduação, no início do curso, conhecer a pesquisa desenvolvida na Fundação, em áreas estratégicas, através de palestras proferidas pelos discentes e docentes.

2014 Ensino do IAM tem destaque nos perfis sociais da instituição

O número total de acessos à página de ensino da Fiocruz PE no ano de 2014 foi de 408.046, representando em torno de 27% do total de acessos à página da Fiocruz PE

2014 Aluno do IAM recebe Prêmio do Ministério da saúde

Melhor dissertação no Prêmio Ciência e Tecnologia para o SUS – 2014, do Ministério da Saúde, com o trabalho Schisto Track - Um sistema para coleta e monitoramento de inquéritos epidemiológicos conectando sistemas de informações geográficas em tempo real, do aluno Onício Batista Leal Neto, do PPGSP

2014 Aluno do IAM recebe Prêmio do Ministério da saúde

Melhor dissertação no Prêmio Ciência e Tecnologia para o SUS – 2014, do Ministério da Saúde, com o trabalho Schisto Track - Um sistema para coleta e monitoramento de inquéritos epidemiológicos conectando sistemas de informações geográficas em tempo real, do aluno Onício Batista Leal Neto, do PPGSP

2014 IAM lança curso EAD

Essa nova tecnologia possibilita que cursos e disciplinas cheguem aos locais mais distantes do Nordeste, formando profissionais para o SUS. No mesmo ano, foi oferecido o Curso de Aperfeiçoamento para os Gestores do SUS, na Paraíba, com a participação de 400 alunos nessa primeira turma. Esta plataforma representa uma porta aberta para inúmeras parcerias institucionais que Centro de Pesquisas poderá firmar, ampliando a nossa capacidade de ensino e formação na área de saúde.

2013 IAM desenvolve Oficinas de Planejamento

A I Oficina de Planejamento da VDGDI foi realizada em 2013, tendo como objetivo adequar as ações planejadas aos limites existentes para a execução do orçamento. O resultado foi o desenho de um novo sistema de gestão, permitindo uma readequação e potencialização dos recursos orçamentários disponíveis. No ano seguinte, a oficina durou dois dias e contou com a presença de trabalhadores da Diplan/Fiocruz, na ocasião foram implementadas e pactuadas estratégias que permitiram aferição de indicadores de avaliação a serem utilizados pela comunidade da Fiocruz PE. Também foram realizadas reuniões com representantes dos seis departamentos finalísticos e setores chaves da instituição, nas quais 

2013 IAM desenvolve Oficinas de Planejamento

A I Oficina de Planejamento da VDGDI foi realizada em 2013, tendo como objetivo adequar as ações planejadas aos limites existentes para a execução do orçamento. O resultado foi o desenho de um novo sistema de gestão, permitindo uma readequação e potencialização dos recursos orçamentários disponíveis. No ano seguinte, a oficina durou dois dias e contou com a presença de trabalhadores da Diplan/Fiocruz, na ocasião foram implementadas e pactuadas estratégias que permitiram aferição de indicadores de avaliação a serem utilizados pela comunidade da Fiocruz PE. Também foram realizadas reuniões com representantes dos seis departamentos finalísticos e setores chaves da instituição, nas quais 

2015 IAM desenvolve duas novas frentes de atuação para estudo do ZIKA

O alerta inicial para a epidemia de microcefalia foi dado por especialistas locais, envolvidos na assistência aos pacientes. A partir de outubro desse mesmo ano, a instituição foi convidada a integrar a frente de trabalho montada pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Saúde do Estado (SES-PE) para estudar o aumento no número de casos de microcefalia no estado - que havia crescido nessa época de oito para 20, considerando o mesmo período do ano anterior. Sob a coordenação da Fiocruz Pernambuco, foi formado o Grupo de Pesquisa da Epidemia de Microcefalia (Merg), responsável pela investigação do assunto sob uma abordagem clínico-epidemiológica, integrado por especialistas de diversas instituições nacionais e internacionais. Outras duas frentes de atuação – virologia e vetores – foram formadas por profissionais da Fiocruz PE para desenvolver pesquisas e ajudar a esclarecer o fenômeno.

Carregar mais ↓

Missão, visão, valores Instituto Oswaldo Cruz / Fiocruz Pernambuco 


Serviços de Referência 


Áreas de Atuação